Haha. Este é um dos termos mais frequêntes na programação… por quê?

Simples! Sempre que nós (desenvolvedores/programadores/DevOps em geral) estamos aprendendo uma nova linguagem de programação - seja ela qual for, fazemos um pequeno teste ‘trivial’ para verificar o funcionamento e conseguir progredir no desenvolvimento sem problemas, ou até mesmo realizar pequenos ajustes para executar tranquilamente.

Sinceramente não há diferença no desenvolvimento de um simples Hello World!, seja com uma linguagem de marcação de texto (HTML/Markdown), scripts (Python) ou até compilados (Java/C), sendo assim, como utilizei o Jekyll para o desenvolvimento deste site acabo justificando a existência deste post rsrs.

Porém, aos curiosos e entusiastas, mostrarei em forma de um pequeno porém eficiente tutorial quais foram os passos caminhados desde o conhecimento deste gerador de sites estático, as dores de cabeça até conseguir instalar, personalização do template mínimo do blog, upload para o GitHub, deploy e até a efetiva publicação do mesmo - pois você o está lendo neste momento.

E você pode estar pensando neste momento: “Nossa, que site simples…”, “Que site com poucas cores!”, “Que mórbido.”, não foi a intenção… Queria fazer um blog simples e minimalista, que fosse fácil de criar, fácil de manter com interesse no próprio conteúdo… Porém, teremos atualizações e melhoria contínua, com fotos coloridas, com publicações mais vivas porém, o estilo dele ainda continuará em “Times New Roman 12” rsrs.

Então… aguarde novas publicações e nos veremos em breve, em um novo post :)